Agripino sobre Ministério da Segurança Pública se tornar definitivo: “é um imperativo nacional”

A criação permanente do Ministério da Segurança Pública é um instrumento eficaz para que se combata de maneira efetiva a insegurança que assola o Brasil, acredita o senador José Agripino (RN). O parlamentar pelo Rio Grande do Norte disse que votará a favor do projeto de lei de conversão da Medida Provisória 821/2018, que cria em definitivo essa pasta. A matéria deve ser votada ainda nesta terça-feira (19), no plenário da Casa. O novo ministério absorve algumas atribuições antes vinculadas ao da Justiça .

“A criação permanente deste ministério é um imperativo nacional e o Senado tomou uma série de providências neste sentido. Eu, inclusive, participei de muitas reuniões para que o Ministério da Segurança Pública e a questão da segurança passassem a ser tratadas como prioridade nacional”, frisou Agripino. “O povo brasileiro precisa voltar a se sentir seguro, tranquilo ao sair de casa. Não dá mais para conviver o tempo todo com essa insegurança que está no meio das ruas”, acrescentou.

Entre as competências da nova pasta estão coordenar e promover a integração da segurança pública em todo o território nacional em cooperação com os demais entes federativos; exercer, planejar, coordenar e administrar a política penitenciária nacional; e o patrulhamento ostensivo das rodovias federais, por meio da Polícia Rodoviária Federal; entre outras funções.

“Um dos maiores problemas do brasileiro hoje está no medo de sair de casa. É o grande problema que aflige a sociedade, os pais de família, os jovens, os idosos, enfim, todos. Por isso, votarei a favor dessa matéria para que unamos nossas forças a fim de devolver a paz aos lares brasileiros”, destacou José Agripino.

Foto: Mariana Di Pietro