Notícias

31/08/2016 - Para Agripino, impeachment nasceu nas manifestações de rua de 2013
José Agripino (DEM-RN) declarou estar confiante na aprovação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. O senador disse que votará a favor e fez uma retrospectiva do processo. Para ele, o impeachment começou a nascer nas manifestações populares de 2013, que continuaram nos anos seguintes. - O impeachment não é um embate entre governo e oposição. A sua origem esteve nas ruas. O Brasil nunca tinha assistido ao que viu. Manifestações de indignação com a inflação, o desemprego, a recessão, a insegurança, a corrupção. Foi o grande grito que se manifestou nas ruas - Leia mais →
30/08/2016 - Caiado: “Estamos interrompendo o maior desastre político-administrativo do país”
O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), encaminhou seu voto favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff e criticou a postura que a ré apresentou em depoimento ao Senado. Ao fazer seu discurso final pela sessão que vai marcar o afastamento definitivo da presidente, nesta terça-feira (30/08), Caiado afirmou que o impeachment interrompe "o maior desastre político-administrativo do país" e apontou a inversão de valores que senadores contrários ao impeachment estão tentando promover em plenário. "O PT acredita que tem o dom de interpretar pe - Leia mais →
29/08/2016 - Agripino questiona Dilma por que ela ignorou alertas do TCU e do Tesouro Nacional sobre ajuste fiscal
O presidente do DEM criticou ainda o fato de Dilma se esquivar e não responder os questionamentos Durante sessão no Senado para ouvir a presidente afastada Dilma Rousseff, na noite desta segunda-feira (29), o presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), quis saber por que a petista descumpriu os alertas do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) sobre a situação fiscal e econômica do país. “Vossa Excelência usou das pedaladas fiscais como alternativa por causa da escassez de recursos, mesmo diante dos avisos do que estaria po - Leia mais →
29/08/2016 - Caiado questiona Dilma sobre mentiras da campanha: “Não se trata de estelionato eleitoral?”
O líder do Democratas no Senado Federal Ronaldo Caiado (GO) usou o interrogatório à presidente afastada Dilma Rousseff para questioná-la sobre a ocultação da crise econômica durante sua campanha de reeleição. Em sessão desta segunda-feira (29/08), Caiado tomou como base as mentiras proferidas em campanha para levantar a tese de "estelionato eleitoral" em comparação às alegações de Dilma de que o impeachment se trata de uma "ação indevida". "Vossa Excelência diz que a situação do país tem a ver com a crise internacional, mas por acaso esta crise só apareceu no dia 25 de - Leia mais →
29/08/2016 - Agripino sobre discurso de Dilma: única novidade foi sua presença na tribuna do Senado
O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse que a única novidade do discurso da presidente afastada Dilma Rousseff,  na manhã desta segunda-feira (29), no Senado, foi sua presença na tribuna. Do resto, segundo o parlamentar pelo Rio Grande, foi uma sucessiva repetição de argumentos. “A única novidade trazida por Dilma no discurso de defesa foi sua inédita presença na tribuna do Senado. Renovou os repetidos argumentos e pronunciou um apelo final vazio de conteúdo e até de convicção”, destacou.   Na presença de senadores, jornalistas e convidados - Leia mais →
29/08/2016 - Caiado: “Esperamos que a presidente afastada respeite a liturgia do cargo”
O líder do Democratas no Senado Federal Ronaldo Caiado (GO) afirmou em coletiva neste domingo (28/08) que a oposição vai interrogar a presidente afastada Dilma Rousseff em respeito às regras e ao decoro institucional. Após reunião de senadores pró-impeachment, Caiado falou para a imprensa que o Brasil todo espera uma sessão onde o respeito à liturgia do cargo de presidente afastada seja respeitada e que Dilma também não repita o comportamento que seus defensores têm adotado em plenário. "Estamos nos preparando para fazer um in - Leia mais →
29/08/2016 - Parecer do Ministério Público não absolve Dilma de crime de responsabilidade, diz Caiado
Informante da defesa da presidente afastada admite que uma pessoa que não praticou crime comum pode ter cometido crime de responsabilidade O último depoente do julgamento do impeachment deste sábado (27/8), Ricardo Lodi, admitiu que é possível uma pessoa cometer de responsabilidade mesmo sem praticar crime comum. A declaração de Lodi ocorreu após questionamento de Caiado para esclarecer a forma errônea como senadores petistas têm usado parecer do Ministério Público para afirmar que Dilma Rousseff  teria sido absolvida. O parlamentar explicou que se tratam de instância - Leia mais →
29/08/2016 - Caiado nega possibilidade de “amenizar” pena de Dilma em votação do impeachment
O líder do Democratas no Senado Federal Ronaldo Caiado (GO) criticou a tentativa de separar o julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff entre a perda de mandato e a inabilitação para ocupar cargo público pelo período de 8 anos. O PT tenta aliciar senadores da antiga base a apoiar uma "amenização" da pena de Dilma. O senador afirmou que não há absolutamente nada na Lei do Impeachment que leve a essa interpretação e que vai levar a questão ao presidente do julgamento Ricardo Lewandowski, em reunião marcada para as 20h deste sábado (27/08). - Leia mais →
26/08/2016 - Temos que ter equilíbrio para não cairmos nas provocações dos petistas, diz Agripino sobre sessão do impeachment
O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), acusou os petistas de provocarem o Senado Federal a fim de, a todo custo, tentarem procrastinar a etapa final do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. Após uma manhã tumultuada e de ânimos exaltados, o senador pelo Rio Grande do Norte disse que é imprescindível que a Casa mantenha o equilíbrio e que não caia nas provocações dos petistas. “É preciso que tenhamos a consciência de que ‘o jogo já está jogado’ e que, por isso, não devemos cair nas provocações que os petistas e aliados fazem - Leia mais →
26/08/2016 - Caiado vai denunciar Gleisi Hoffmann por corrupção de testemunha
O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), vai entrar uma representação no Ministério Público Federal contra a senadora Gleisi Hoffmann por corrupção de testemunha. Durante o segundo dia do julgamento do impeachment, o parlamentar argumentou que a senadora praticou o crime descrito no artigo 343 do Código Penal: “Dar, oferecer ou prometer dinheiro ou qualquer outra vantagem a testemunha, perito, contador, tradutor ou intérprete, para fazer afirmação falsa, negar ou calar a verdade em depoimento, perícia, cálculos, tradução ou interpretação”. O senador se re - Leia mais →
« 1 ... 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 ... 142 »