Notícias

19/01/2017 - Senadores democratas lamentam a morte do ministro Teori Zavascki
Senador José Agripino  "A nação, consternada, lamenta a tragédia que vitimou o ministro Teori Zavascki. A Suprema Corte perde uma referência que o Brasil vê como modelo de equilíbrio e saber jurídico. À família enlutada, meus mais sentidos votos de pesar". Senador José Agripino (DEM-RN) Presidente nacional do Democratas   Senador Ronaldo Caiado "É com profundo pesar que recebo a notícia desse terrível acidente com o ministro Teori Zavascki. É preciso respeitar a dor dos familiares e amigos das vítimas. Minhas orações e q - Leia mais →
15/12/2016 - Agripino comemora retirada de pauta do projeto sobre abuso de autoridade
O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), comemorou a retirada de pauta do projeto de lei sobre abuso de autoridade, na noite desta quarta-feira (14), no plenário do Senado. De acordo com o parlamentar potiguar, aprovar essa matéria sem a devida tramitação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) seria contribuir para "dar fôlego" aos momentos de tensão que vive o país. “Essa matéria tem que ser do interesse do povo do Brasil. Não pode haver nem vencedor nem vencido. O que tem que haver é aquilo que se busca: entendimento. Quando o Brasil vive mome - Leia mais →
14/12/2016 - Declaração do senador José Agripino sobre o falecimento de dom Paulo Evaristo Arns
Presidente nacional do Democratas lamenta falecimento de Dom Paulo Evaristo Arns "Símbolo de equilíbrio e firmeza, a Igreja perde uma de suas melhores referências. Todos nós, católicos, lamentamos sua perda". Senador José Agripino (DEM-RN) Presidente nacional do Democratas   Foto: Divulgação - Leia mais →
14/12/2016 - Com apoio de Caiado, Senado rejeita texto da securitização que inviabilizaria futuros governadores
Após alerta do líder do Democratas, Ronaldo Caiado (GO), o Senado rejeitou hoje (13/12) o substitutivo do PLS 204/2016, que trata da securitização das dívidas dos estados. O texto não estipulava um limite temporal para os governadores quitarem esses créditos que foram antecipados inviabilizando futuros gestores que herdariam as dívidas. Caiado defende que esses débitos sejam sanados dentro do período dos mandatos dos governadores ou que os valores antecipados sejam aplicados da seguinte forma: 70% para quitar dívidas da União e com fundos de pensão e 30% em investimentos. A votaç - Leia mais →
13/12/2016 - “A PEC 55 significa viabilizar o gasto público e aplicar no que é prioritário, como saúde e educação”, diz Caiado
O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), rechaçou a posição de parlamentares petistas em relação à PEC 55 (teto dos gastos) em discussão hoje (13/12) no plenário. Ao encaminhar seu voto favorável, Caiado apontou as contradições e informações equivocadas nos discursos de oposição a PEC. O senador destacou que não haverá congelamento nos orçamentos das áreas sociais e lembrou que durante 13 anos, o povo brasileiro sustentou 41 novas estatais criadas pelo PT que insiste em dizer que defende o trabalhador. A proposta será votada em segundo turno nesta terça-feira - Leia mais →
09/12/2016 - Caiado diz que securitização, da forma como está, irá inviabilizar futuros governos
Líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado defende que o Projeto de Lei Complementar (PLS 204/2016), que dispõe sobre a cessão de créditos tributários de entes da Federação, limite essa antecipação ao período do mandato do governante. O senador apresentou essa emenda ao PLS em votação no Senado Federal. "Não podemos aprovar um mecanismo tampão", disse. De acordo com o senador Caiado, o texto da securitização como está vai causar a ingovernabilidade e inviabilização dos futuros governantes. "Por isso apresentei emenda para que a antecipação de dívidas a receber ficas - Leia mais →
08/12/2016 - Senado não deve votar projeto de abuso de autoridade este ano, diz Agripino
O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), considerou “nula” a chance de o projeto lei de abuso de autoridade ser votado ainda neste ano. “A discussão de abuso de autoridade, neste ano, tem chance zero de ocorrer. Mais à frente essa matéria, sem urgência, inclusive, se for o caso, poderá voltar à pauta de votações dentro de um estudo racional. De modo que a lei, que é 1965, possa ser melhorada e adequada ao momento que a nação brasileira vive”, frisou Segundo o senador pelo Rio Grande do Norte, é preciso que Legislativo e Judiciário discutam juntos e em p - Leia mais →
07/12/2016 - “Temos a obrigação de construir consenso e um texto alinhado aos anseios do povo”, diz Caiado sobre 10 medidas contra corrupção
Em debate promovido nesta manhã (7/12) na Procuradoria-Geral da República sobre as 10 medidas de combate à corrupção, o senador Ronaldo Caiado (GO) destacou a importância de o Senado construir um consenso e um texto alinhado aos anseios da população. Caiado afirmou que após o Senado, com seu apoio, barrar a votação relâmpago do projeto desfigurado pela Câmara dos Deputados na última semana, vai buscar um amplo debate com a participação do Ministério Público, judiciário e estudiosos do tema. O senador ainda falou sobre os mais urgentes desafios do parlamento que é aprovar me - Leia mais →
06/12/2016 - “Decisão do STF tem que ser cumprida por Renan”, diz Caiado
O líder do Democratas no Senado Federal Ronaldo Caiado (GO) participou da reunião de líderes nesta terça-feira (06/12) que definiu a situação da Presidência da Casa após a liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) tirar Renan Calheiros do cargo. O senador afirmou não concordar com a tese de descumprimento de decisão por parte da Mesa Diretora. De acordo com ele, não há o que discutir sobre a validade ou não da liminar, cabendo ao parlamento acatar e seguir com os trabalhos definidos em acordo prévio entre os representantes partidários. "Decisão do STF tem que ser cumprida - Leia mais →
06/12/2016 - “Acordo de líderes para votação da PEC do Teto precisa ser cumprido”, defendeu Caiado após afastamento de Renan
O líder do Democratas no Senado Federal Ronaldo Caiado (GO) comentou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou o afastamento de Renan Calheiros (PMDB-AL) da Presidência do Senado. A decisão do ministro Marco Aurélio Mello nesta segunda-feira (05-12) coincidiu com a véspera da sessão onde estava pautado o projeto de lei do abuso de autoridade. Há também a votação do 2º turno da PEC 55, prevista em acordo de líderes para a próxima semana. Ele cobrou ao primeiro vice-presidente da Casa, senador Jorge Viana (PT-AC) o cumprimento da agenda já estabelecida. "Há - Leia mais →
« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ... 143 »