Dilma penalizou área social enquanto concedeu R$ 50,5 bi em empréstimos, afirmou Caiado

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), apresentou dados na Comissão do Impeachment que mostram como o governo do PT prejudicou áreas socais e beneficiou governos amigos com empréstimos do BNDES. Caiado rebateu o argumento de que os contingenciamentos nas áreas sociais de R$ 10 bilhões na educação e R$ 9 bilhões eram inevitáveis e depois justificariam a edição de decretos das pedaladas. Somente para países, como Cuba, Argentina, Moçambique e Angola, o PT concedeu financiamentos que totalizam R$ 50,5 bilhões. O debate ocorreu há pouco durante depoimento do ex-secretário executivo do Ministério da Educação, Luis Claudio Costa, testemunha da defesa de Dilma Rousseff, que se recusou a responder por que a educação do país está em situação caótica.

“Governo mentiu ao dizer que não foi notificado sobre pedaladas”, acusa Caiado

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), desmentiu a tese adotada pelo governo de que o TCU nunca teria notificado a presidente sobre as pedaladas fiscais cometidas. Em sessão da Comissão do Impeachment desta quarta-feira (15/06), Caiado apresentou ao informante da defesa, Walter Filho, cópia do documento emitido pelo tribunal e encaminhado a Advocacia-Geral da União (AGU).

Auditor do TCU diz que governo não se preocupou com gestão das contas públicas

O senador Ronaldo Caiado perguntou, na Comissão do Impeachment, ao auditor do TCU, Leonardo Albernaz, se procede a insistência do PT em descaracteriza a fraude das pedaladas fiscais. Albernaz afirmou durante a comissão que os desvios foram contundentes e mostram despreocupação com a gestão responsável das contas públicas. Assista a reposta completa ao questionamento de Caiado.

« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ... 88 »