Em evento sobre empresas juniores, Agripino diz que regulamentação foi uma de suas maiores conquistas em 2016

Convidado para abrir o evento “Contrate uma EJ”, promovido pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior), nesta segunda-feira (10), em Brasília (DF), o senador José Agripino (RN) disse que uma de suas principais bandeiras no Congresso Nacional é lutar para que os jovens tenham perspectiva de futuro. Por isso, explicou o parlamentar, trabalhou por quatro anos para que seu projeto de lei que regulamenta as empresas juniores (EJ´s) se tornasse realidade. Hoje, o Brasil é pioneiro nesse tipo de legislação.

“Lutei com unhas e dentes para que esse projeto se tornasse realidade. Me reuni diversas vezes com representantes das associações, com parlamentares das comissões. Fiz tudo isso porque sei que, se dermos condições para o jovem crescer, se desenvolver e se tornar atraente para o mercado de trabalho, estaremos contribuindo para o crescimento não só de uma pessoa como de todo o país”, destacou o presidente nacional do Democratas.

A Lei das Empresas Juniores (Lei 12.13.267/16) completa um ano neste mês de abril. Dados da Brasil Júnior mostram que, após a legislação, o setor impulsionou. Entre 2016 e 2017, o número de empresas juniores no país subiu de 310 para 440. A quantidade de universitários envolvidos com o movimento cresceu de 11 mil para 15 mil. E, mesmo em um ano de recessão econômica, a quantidade de projetos realizados pelas EJ´s aumentou em 110%.

O evento “Contrate uma EJ” contou com a presença de jovens universitários, representantes do Ministério da Educação; da Confederação Nacional da Indústria; do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); e da Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

Foto: Mariana Di Pietro