38040892422_39a5238de6_z

Maria do Carmo pede soluções urgentes para a deterioração da citricultura em Sergipe

Senadora lembra que setor chegou a gerar 100 mil empregos em um dos governos de João Alves

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) defendeu nesta terça-feira (4) que o Governo do Estado adote todas as medidas necessárias para recuperar o segmento da citricultura – cultivo ou plantção de frutas cítricas – que, segundo ela, tem passado por grandes dificulades. A parlamentar lembrou que o setor, em um dos governos de João Alves Filho (DEM), chegou a gerar 100 mil empregos diretos, garantindo desenvolvimento, não só para os municípios da região, mas para todo o Estado. “Hoje, lamentavelmente, está em acelerado processo de deterioração”.

Apesar do sucateamento, Maria do Carmo frisou que o Governo deve se empenhar para buscar financiamentos e promover estímulos à recuperação do setor. “O Governo do Estado fez, no passado um grande investimento na citricultura sergipana, mas é preciso retomar essa via de desenvolvimento, recuperando a infraestrutura que está disponível para que haja uma reação e os produtores sergipanos possam se reerguer”, argumentou.

A senadora sergipana lembrou dos investimentos que eram feitos, levando a citricultura a ser um segmento próspero, fazendo com que Sergipe ocupasse o segundo lugar, no país, em produção de laranja. “Hoje, infelizmente, somos o quinto. Precisamos reagir”, destacou, ao apelar ao governador Belivaldo Chagas que, por meio dos técnicos da Secretaria de Agricultura, possa discutir alternativas que viabilize esse campo que, ao longo dos anos, garantiu dignidade a centenas de famílias sergipanas.

Texto: Assessoria de Imprensa
Foto: Agência Senado