Rodrigo Pacheco defende projeto aprovado que cria política de assistência integral a diabéticos

12 de Março de 2019

O líder do Democratas no Senado, Rodrigo Pacheco (Minas Gerais), defendeu o Projeto de Lei 133/2017 aprovado hoje (12/3), que cria uma Política Nacional de Prevenção do Diabetes e de Assistência Integral à Pessoa Diabética. Após ser apreciado pela Comissão de Assuntos Sociais, o texto passou pelo plenário e segue agora para sanção presidencial. O parlamentar foi relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça na Câmara dos Deputados na legislatura passada. Pacheco, que é diabético, ressaltou que como é fundamental o paciente ter o acesso à informação sobre a doença para garantir uma boa qualidade de vida.

“Eu tive a satisfação na legislatura passada, – como deputado federal e presidente da Comissão de Constituição e Justiça, – de relatar esse projeto que permite a uma enorme população ter acesso à informação sobre a doença e ser diagnosticada de uma maneira muito simples para que possa ter o tratamento adequado no sistema Único de Saúde e evitar que se desenvolvam doenças mais graves. O diabetes devidamente tratado define o destino da pessoa. É um projeto muito meritório e esperamos a sanção do presidente da República”, destacou.

 Saiba mais

O objetivo da política, a ser adotada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), é apoiar o desenvolvimento científico, a formação e a educação continuada de profissionais e pacientes, o direito ao diagnóstico, e a disponibilização de exames de fácil realização, com foco na saúde da pessoa diabética.