Senador Ronaldo Caiado (GO)

“A Câmara decidiu sobre a reforma trabalhista e cabe a nós, senadores, fazermos os ajustes que consideramos importantes para aprimorar o texto”.