Senadores do Democratas estão entre os mais influentes do Congresso

28 de Agosto de 2021

Os senadores do Democratas estão entre os cem parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. Pesquisa divulgada, neste sábado (18), pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), apontou que os senadores Rodrigo Pacheco (MG), presidente do Congresso Nacional; Marcos Rogério (RO), líder do Democratas; e Davi Alcolumbre (AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), estão entre os “Cabeças do Congresso”. O estudo está em sua 28ª edição e é realizado, todo ano, entre fevereiro e junho, e leva em conta os parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais por exercício de qualidades e habilidades como: ser protagonista do processo legislativo; ter capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações; entre outros.

 

Também constam entre os “Cabeças do Congresso”, “parlamentares com excelente trânsito nas diversas correntes políticas, cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria os credencia a ordenar e criar as condições para o consenso”. Os senadores Rodrigo Pacheco e Davi Alcolumbre destacaram-se na categoria “articulador/organizador”. Já o líder Marcos Rogério ficou entre os mais influentes na categoria “debatedor”.

 

Esta não é a primeira vez que os senadores do Democratas estão entre os “Cabeças do Congresso”. Escolhido pela terceira vez consecutiva como um dos parlamentares mais influentes, Marcos Rogério disse que estar no ranking nada mais é do que um reconhecimento “que nos mostra que estamos no caminho correto e um incentivo a mais para continuar trabalhando”. Já Davi Alcolumbre afirmou que a escolha de seu nome é sempre um incentivo para continuar trabalhando, cada vez mais, pelo país e pelo Amapá. “É um orgulho enorme ser destaque por representar meu Amapá. O compromisso de trabalhar incansavelmente pelos amapaenses segue firme e forte, seguindo sempre um caminho de respeito, honestidade e, principalmente, amor pelo meu estado”, frisou.